MP confirma índices de falta de manutenção em tirolesa que houve morte

0
118

O Promotor de Justiça, Rafael Belucci, confirmou que existem indícios de falta de manutenção na tirolesa do Sítio Monte Alegre, em Águas de Lindóia, há 180 kms de São Paulo. Na atração morreu a servidora pública Maiza Aparecida Rodrigues Tavares, de 54 anos, em 20 de fevereiro. O promotor vê responsabilidade do dono do sítio já que poderia ter havido negligência.

Para conclusão do caso o promotor aguarda o resultado da perícia no cabo usado no dia do acidente. O documento deve ser entregue em três semanas. O delegado Oswaldo Faria Júnior prorrogou por 30 dias o inquérito.

DEIXE UMA RESPOSTA