Após 8 anos, sequestrador da mãe do jogador Grafite é preso

0
243

A polícia de Campinas prendeu nesta segunda-feira um homem acusado de participação no sequestro de Ilma de Castro Libânio, mãe do jogador de futebol Grafite. Adriano Cajaíba Roberto Neto foi identificado pela polícia depois de ser internado no Hospital das Clínicas da Unicamp. Segundo o Boletim de Ocorrência, ele foi deixado na unidade hospitalar depois de se envolver em uma briga em um estabelecimento comercial da cidade, onde foi esfaqueado. Ao dar entrada no HC, o acusado apresentou um documento falso, com o nome de José Adriano dos Santos. A polícia recebeu uma denúncia anônima e, depois de uma rápida investigação, descobriu a verdadeira identidade do acusado. Ele era procurado pela polícia, desde a participação no sequestro, em 2005.

Ilma de Castro Libânio foi rendida pelos bandidos dentro de casa, em Campo Limpo Paulista. No dia 23 de fevereiro de 2005, a mãe do atacante foi encontrada em uma casa na zona rural de Artur Nogueira. Dois homens que vigiavam o local tentaram fugir, mas logo foram encontrados em um matagal.

Adriano Cajaíba Roberto Neto permanece internado no HC da Unicamp e está escoltado por policiais. Assim que receber alta médica, o acusado será encaminhado para cadeia anexa ao segundo distrito policial de Campinas,

O atacante Grafite teve passagens por Santa Cruz, Grêmio e Goiás, antes de chegar ao São Paulo, em 2004. Atualmente ele defende o Al Ahli, dos Emirados Árabes. Pela seleção brasileira, Grafite disputou três partidas e marcou um gol.

 

DEIXE UMA RESPOSTA