Vereador com 33 anos de partido sai do PT e denuncia Caixa 2

0
218

Lorival Messias de Oliveira anunciou a desfiliação do Partido dos Trabalhadores em Valinhos depois de mais de três décadas. Segundo vereador mais votado nas eleições municipais de 2012, assumiu a presidência do Parlamento Metropolitano, com votação unânime e ainda é o atual presidente da Câmara na cidade. Ao sair fez denúncias de corrupção e Caixa 2 que encaminhou ao Ministério Público.

A acusação se refere a um material distribuído durante as eleições do ano passado que o vereador acusa o PT de Valinhos e a regional de terem confecionado sem a prestação de contas. Lorival garante que os outros 24 filiados tiveram as notas fiscais entregues, mas as dele teriam disso negadas. O denunciante afirma que até a gráfica que consta no folheto confeccionado nega ter feito a produção. O nome citado pelo político como responsável é o do então candidato pelo PT a prefietura de Valinhos, Alexandre Tonetti. Procurado pela redação da Rádio CBN Campinas o petista não retornou as ligações. Lorival garante que houve ainda compra de voto, de filiados e difamação. O vereador teve as contas rejeitadas, foi proíbido de assumir o cargo, mas retornou meses atrás após ganhar o processo na justiça.

A Coordenadora do PT na Macro Região de Campinas, Maria Cristina de Oliveira, descartou perseguição ou prática de caixa 2. E sugere que a saída de Lorival está relacionada a aproximação dele com a oposição.  O vereador anunciou que está se filiando ao PROS- Partido Republicano da Ordem Social.

DEIXE UMA RESPOSTA