HC da Unicamp atende até 100 casos suspeitos de dengue por dia

0
136

O Hospital das Clínicas da Unicamp passa por um período de superlotação por causa da epidemia dengue em Campinas, e recebe diariamente cerca de 100 pacientes com sintoma da doença. A afirmação é da Supervisora da Unidade Emergencial de referência do HC, Mirella Povinelli. A última atualização da prefeitura sobre a doença apontou que o número de casos confirmados de dengue na cidade passou de 14 mil para pouco mais de 17,1 mil.Pela primeira vez, a região norte, onde estão localizados os distritos de Barão Geraldo e Nova Aparecida, aparece como a área de maior incidência da doença, superando a região noroeste, que registrava até então o maior número de casos confirmados desde o início do ano.

De acordo com a Supervisora da Unidade Emergencial de referência do HC, Mirella Povinelli. Atualmente o hospital está atendendo um número de pacientes cerca de 40% maior do que a média. Segundo ela, grande parte desse aumento da demanda está relacionada à dengue, mas o atendimento de outros casos também registrou crescimento nos últimos meses. Apesar de todos os esforços para manter em funcionamento os serviços oferecidos, a Supervisora da Unidade Emergencial de referência do HC afirma que a epidemia de dengue causa reflexos no atendimento geral do hospital. Segundo Mirella Povinelli, para otimizar o trabalho, foram disponibilizadas áreas específicas no hospital para o tratamento de pacientes com suspeita de dengue.

A região norte de Campinas registrou até agora 4.505 casos de dengue, o que representa 26% do total de confirmações neste ano na cidade. A região noroeste vem em seguida, com 4.269. As regiões leste, sul e sudoeste somam juntas 8.362 casos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA