Plano de contingência do HC pode operar na Copa

0
88

O Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas, anunciou o Plano de Contingência para acidentes com múltiplas vítimas, como incêndios, explosões e colisões em rodovias. Os procedimentos poderão ser usados durante a Copa do Mundo e coloca o hospital como um dos credenciados pelo Ministério da Saúde para esse tipo de atendimento. Com a adoção das medidas, a unidade, que já atende toda a região de Campinas, também fica apta a atender registros graves da Grande São Paulo e também solicitações federais.

Segundo o diretor técnico do pronto-socorro, José Benedito Bortoto, o plano não foi criado somente para a Copa do Mundo, mas se tornará permanente para a instituição, que não contava com o planejamento. Entre as principais medidas, está a preparação do espaço do prédio para que todos os feridos sejam atendidos e os pacientes já internados não sejam afetados. O recebimento e o deslocamento das vítimas e macas na parte interna também foram definidos, assim como as atribuições de cada cargo durante o atendimento.

O anúncio das ações acontece em meio à greve dos funcionários da Unicamp, que também atinge os servidores do HC. Mas segundo a supervisora da unidade de emergência, Mirella Povinelli, o plano não seria afetado durante a paralisação, já que envolve apenas as áreas de urgência e emergência. Ainda de acordo com Povinelli, um simulado para testar o Plano de Contingência está previsto para o segundo semestre, mas ainda não tem data exata para acontecer.

DEIXE UMA RESPOSTA