Indaiatuba já tem pronto plano para racionamento de água

0
122

A situação crítica do abastecimento obrigou o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Indaiatuba a preparar um plano de racionamento que pode ser colocado em prática já na próxima semana. O que aliviou o município foi a reavaliação feita pela CETESB da água do rio Jundiaí, que passou do nível quatro para o nível três, no trecho entre Itupeva e o município. Com este índice, é permitido o consumo humano, já que o estudo não constatou a presença de substâncias poluentes, como resíduos orgânicos e metais pesados. A captação no Rio Jundiaí começou no último sábado. Porém, a medida não é suficiente para garantir o abastecimento nem mesmo em curto prazo.

De acordo com o superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Indaiatuba, Nilson Alcides Gaspar, o planejamento para o racionamento está pronto e deverá ser implantado na semana que vem, caso não chova até lá. Segundo ele, os bairros na parte mais baixa da cidade ficarão sem água por um período de quatro a seis horas por dia, para que os locais mais altos possam ser abastecidos. O forte calor e a baixa umidade relativa do ar são fatores que podem acelerar o início do racionamento em Indaiatuba. Segundo Nilson Alcides Gaspar, nesses últimos dias o consumo de água no município aumentou devido as condições climáticas.

Outro problema é a qualidade da água, já que os níveis dos mananciais estão baixos e a carga orgânica presente é maior, o que exige o aumento na quantidade de cloro usado no tratamento. Porém o Saee garante que a quantidade do produto atende a recomendação do Ministério da Saúde.

 

DEIXE UMA RESPOSTA