HC responde reclamações de usuários da Farmácia de Alto Custo

0
354

Após a reportagem conversar com usuários da farmácia de Alto Custo da Unicamp, o HC se pronunciou sobre as reclamações. A principal delas é em relação à estrutura. A assessoria de imprensa do hospital de Clínicas disse que a instalação acontece no local para uma comodidade dos pacientes do HC, Caism e Hemocentro.

Ainda foi explicado que a administração da farmácia é conjunta com a Secretaria Estadual de Saúde. Sobre o espaço, a Unicamp disse que não há previsão de obras ou mudança de local e que isso depende do governo do estado.

Quem depende dos medicamentos também apontou a demora em conseguir o remédio. Um dos usuários que falou à reportagem disse que chega a esperar por quatro horas. O HC afirma que a espera não passa de duas horas e meia. Explica que isso acontece porque a demanda quadruplicou nos últimos cinco anos. Também reforça que lidam com medicamentos que variam de R$ 1.000.00 até 50.000.00 dependendo da doença e por isso para evitar fraudes, há necessidade de checar todos os dados do paciente e da especialidade. Tudo isso é feito online.

As pessoas que conversaram com a CBN falavam ainda do local para esperar – muitos aguardavam de pé. O HC reforçou que em frente à farmácia há bancos para 24 pessoas sentarem.

A reportagem procurou a Secretaria Estadual de Saúde sobre o que o HC disse em relação à responsabilidade. A assessoria de imprensa da pasta estadual disse que só é responsável pelos medicamentos e só responderia sobre eles.

 

DEIXE UMA RESPOSTA