Hemocentro itinerante incentiva doação de sangue, em Campinas

1
488

Para estimular a doação de sangue, o hemocentro itinerante da Unicamp estacionou no Largo do Rosário, em Campinas, na manhã dessa quinta-feira. Após uma triagem, com entrevista sobre as condições de saúde do doador e aferição da pressão arterial, as doações foram realizadas no próprio local, em um ônibus equipado para a realização do procedimento. A Hemoterapeuta do Hemocentro da Unicamp, Carolina Costa Lima, conta que os doadores disponibilizaram cerca de 1 hora para o ato de solidariedade. E foi esse exatamente o estímulo que a estudante Erica Vanzeler precisava para fazer a doação. A estudante Ariane Pin fez 18 anos e doou sangue pela primeira vez.

Todas as bolsas de sangue provenientes de doação no Largo do Rosário serão analisadas no Hemocentro. Mesmo assim, é preciso que o doador informe problemas de saúde, como doenças sexualmente transmissíveis, hepatite, alcoolismo, e principalmente se contraiu dengue, febre chikungunya ou zica vírus, que geram contaminação e ainda não possuem testes para a sua detecção no sangue colhido. Para doar é preciso ter entre 18 e 69 anos, e a partir dos 16 anos com consentimento formal e presencial de responsável legal. Pesar no mínimo 50 kg. Não estrar em jejum e evitar alimentos gordurosos antes e depois da doação. Não é permitido fumar 2 horas antes e duas horas depois de doar.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA