Justiça anula eleição no Guarani

0
93

No final da tarde desta terça-feira,  o juíz Maurício Simões de Almeida Botelho Silva, titular da 10ª Vara Civil de Campinas, concedeu liminar à chapa Transparência, anulando a eleição para o novo conselho de administração do Guarani Futebol Clube, marcada para esta quarta-feira.

A Comissão Eleitoral do clube havia impugnado a chapa de oposição em virtude da mesma não ter em seu quadro mais de 80 sócios aptos.

Com esta decisão, a Assembleia Geral marcada para a manhã desta quarta-feira está anulada e as eleições só poderão ocorrer depois que o recurso proposto pela chapa Transparência seja julgado por uma Assembleia Geral de Sócios num prazo não maior que 30 dias.

A chapa Integração tenta derrubar a decisão de hoje da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA