Especialistas recomendam responsabilidade no Trânsito nesse feriado de Tiradentes

0
183

Apesar dos números positivos apresentados pelo Governo do Estado de São Paulo, que registrou queda de 4,8% nas fatalidades em decorrência de acidentes no Estado no primeiro trimestre de 2017, a especialista em segurança e educação no Trânsito, Roberta Torres, defende porcentagem zero nessas estatísticas.

Além da imperícia na direção e a negligência ao não fazer revisão nos carros, Roberta cita a imprudência como uma das causas para tantos acidentes. Para Roberta, a grande maioria dos acidentes seria evitável se cada um fizesse sua parte. Homens e jovens ainda lideram as estatísticas. Entre as vítimas, 79,9% são do sexo masculino e 26,1% têm idades entre 18 e 29 anos.

Já os tipos de acidente que mais geram óbitos são colisões (37,8%) e atropelamentos (29,5%). Quando analisados os tipos de veículo envolvidos em acidentes fatais, as motocicletas representam 34% do total, seguidos por automóveis (21,3%).

Durante a Operação Tiradentes de 2016, realizada pela Polícia Rodoviária Federal, foram registrados 313 acidentes em cada um dos quatro dias de feriado nas rodovias federais, contabilizando 1253 ocorrências. Esses casos resultaram em 90 mortes e 1.208 feridos.

DEIXE UMA RESPOSTA