Feira hippie do Centro de Convivência será readequada e vai abrir cadastro para 330 expositores

0
3043

A feira hippie do Centro de Convivência de Campinas vai passar por uma readequação e passará a contar com mais 330 expositores. O processo foi definido numa reunião entre a secretaria de cultura do município e a associação dos expositores do local. Os novos expositores serão selecionados através de um edital que deve ser lançado nos próximos dias e os escolhidos terão de oferecer produtos diferenciados, de modo que não se crie concorrência interna na feira. As barracadas terão o mesmo estilo e ocuparão uma área de dois ou três metros quadrados, dependendo da atividade.

Existem hoje, cerca de 450 expositores cadastrados, mas aproximadamente 250 são ativos. Por isso, a secretaria de cultura vai realizar um recadastramento dos participantes. Eles terão ainda a oportunidade de abrir uma Micro Empresa Individual, podendo obter um CNPJ, que até então era proibido. Segundo o presidente da associação dos expositores do Centro de Convivência, Marcelo Bonifácio, as mudanças na feira hippie de Campinas era um pedido antigo dos trabalhadores. Ele acredita que a nova feira vai gerar um interesse maior na população.

O coordenador de economia criativa da secretaria de cultura, Beto Lago, explica que a tendência é manter uma média de 300 expositores por dia de feira no Centro de Convivência. Ele disse que, apesar do número de cadastrados chegar a 450, não há possibilidade de que todos participem no mesmo dia. A feira do Centro de Convivência de Campinas será dividia em nove categorias, como artesanato, alimentação e arte hippie.

DEIXE UMA RESPOSTA