Sindicatos mobilizam trabalhadores para adesão à greve geral em Campinas

0
1189

A Greve geral convocada para essa sexta-feira pela Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e o Fórum das Centrais Sindicais para protestar contra as reformas da previdência e trabalhista está mobilizando setores com Educação, Transporte, Saúde, Metalúrgicos, Bancos e servidores públicos de Campinas. Os Bancários aprovaram em Assembleia adesão ao protesto. A presidente do sindicato dos bancários de Campinas e Região, Ana Stela Alves de Lima, informou que a intenção é conseguir a maior adesão possível.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região também espera a adesão de toda a categoria. O Presidente do sindicato, Sidalino Orsi Junior, descreve a Reforma Trabalhista como um golpe ao trabalhador. O Diretor do Sinpro, sindicato dos professores das escolas particulares de Campinas e Região, Paulo José Nobre, está realizando assembleias para buscar a adesão de professores do ensino particular, o que inclui desde a educação básica até a superior, além do Sesi, Senai e Senac, apesar da pressão patronal.

Paulo acredita que haverá adesão do Transporte coletivo, o que daria mais força à greve em geral. O sindicato dos Rodoviários de Campinas e Região informou apoiar a greve geral no transporte coletivo, mas não confirmou se haverá paralisação. O sindicato dos servidores municipais de campinas também apoia o movimento e informou estar orientando os trabalhadores a aderirem ao movimento.

DEIXE UMA RESPOSTA