1 Comentário

  1. Concordo em parte. Nem toda formação profissional está tão bem remunerada e aceita pelo mercado profissional. Profissionais tecnólogos do eixo infraestrutura ligados ao sistema Confea/Crea (esses porque só podem atuar sob a supervisão de um engenheiro conforme a Resolução 313/1986) e os profissionais do eixo segurança especificamente o Tecnólogo em Segurança do Trabalho (esses porque não estão incluso na NR 04 do MTE) estão com dificuldades de inserção no mercado e quando inseridos, não tem um cargo e uma remuneração condizente com a formação de graduação especializada que merecem.

DEIXE UMA RESPOSTA