Grupo ligado ao PSB vence eleição do Sindicato dos Servidores

1
1201

Composta pela atual diretoria, a Chapa 1 venceu o pleito para o Sindicato dos Servidores de Campinas com 1.292 votos. O grupo tem prevalência de membros ligados ao PSB, mesmo partido do prefeito do município, Jonas Donizette.

No comando da categoria há cerca de 12 anos, eles tiveram o apoio de 46,6% dos trabalhadores e superaram duas chapas. Ligada ao PT e ao PSTU, a Chapa 2 teve 918 votos, 33,1%. Com maioria filiada ao PSOL, a Chapa 3 teve 562, ou 20,3%. Do total de 2.984 participantes, 212 votaram nulo.

A apuração aconteceu nesta madrugada de sexta, mas é questionada. A Chapa 2 faz uma série de acusações sobre a escolha da comissão eleitoral, o processo de votação e a contagem dos votos. A coordenadora geral do grupo, Guida Calixto, diz que a fraude foi percebida através do grande número de votos nulos.

Em publicação na página do Facebook, a Chapa 3 também acusa os vencedores e alega que o processo foi ilegítimo. Segundo o texto, as anulações continham marcações em mais de uma chapa com grafias e cores de canetas diferentes.

A postagem também reclama de interferência e que 470 comissionados do governo Jonas teriam participado do pleito. Representantes do grupo ainda não foram encontrados. Já a Chapa 1 alegou que não vai se manifestar sobre o assunto.

A eleição foi feita nesta quarta e quinta-feira. Com a definição, a negociação com o Executivo sobre a campanha salarial deve ser reaberta. Os servidores pedem 10,34% de reajuste, vale-alimentação de R$ 1.076 e garantia do vale nutricional para todos os aposentados.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA