Após assalto, Centro de Saúde de Campinas interrompe atendimento

0
115

O Centro de Saúde do Jardim Esmeraldina, em Campinas, amanheceu com atendimento prejudicado para a população, nessa sexta-feira. Foi um protesto após uma auxiliar de enfermagem ter sido assaltada na noite do dia anterior. Ela foi ameaçada com arma de fogo e teve seus pertences e o carro roubados. O Conselheiro de Saúde do bairro, Antônio Roberto de Carvalho, disse ser rotina esse tipo de ocorrência, desde que o posto ainda funcionava em outro endereço. Antônio explica que, em protesto, os funcionários só realizaram na manhã dessa sexta-feira atendimento de urgência e coleta.

Por causa do protesto, Tiago e Jéssica Cassimiro não conseguiram vacinar seu bebê de 6 meses. A Secretaria de Saúde informou lamentar o ocorrido e se solidarizou com os trabalhadores, afirmando que a população não pode ser prejudicada e que, portanto, o atendimento foi retomado na tarde dessa sexta-feira. As coordenações do Esmeraldina e do Distrito de Saúde Sul entraram em contato com a PM e a GM solicitando reforço da segurança nas imediações, com enfoque para os horários de abertura e fechamento da unidade, às 7h e 19h. A partir de agora a saída das equipes será monitorada pelo Guarda.

DEIXE UMA RESPOSTA