Enfermeiro é preso por estupro de vulnerável em Campinas

0
509

Um enfermeiro de 52 anos foi preso na manhã desta segunda-feira no estacionamento do Hospital de Clínicas da Unicamp, acusado de estupro de vulnerável. As vítimas são dois irmãos, de seis e nove anos, que eram vizinhos do suspeito no bairro Jardim Europa, em Paulínia. A polícia chegou até ele após denúncia da mãe, que percebeu a alteração de comportamento dos filhos no final do ano passado. Depois da denúncia, a polícia abriu investigação em janeiro deste ano.

O delegado responsável pelo caso, Rodrigo Galazzo, contou também com o apoio de uma psicóloga que atendeu as vítimas. Ele pediu a prisão temporária por 30 dias do suspeito, que foi detido sem oferecer resistência quando chegava para trabalhar no Centro Integrado de Nefrologia da Unicamp. Segundo o delegado Rodrigo Galazzo, a psicóloga que atendeu as vítimas emitiu um parecer técnico que foi anexado à investigação, que continha o pedido de uma das crianças para que o acusado fosse preso.

A polícia informou ainda que outra vítima, hoje com 35 anos, reconheceu o suspeito que teria cometido o abuso há muitos anos atrás. O enfermeiro não tinha passagem pela polícia e foi encaminhado para a cadeia anexa ao 2º Distrito Policial de Campinas.

DEIXE UMA RESPOSTA