Um clássico do Blues

0
299

Ele se intitulava irmão de BB King, pois essa era a sonoridade que todos queriam ouvir, e com isso ele  aproveitou desse digamos assim “expediente  ” para driblar as dificuldades de um artista ainda não consagrado . Mas o seu talento se consolidou,  a mentira virou anedota,   e   todos puderem se beneficiar da sonoridade original  do blues man Albert King.  Ele  nunca teve aulas formais de música  e muito menos condições para comprar  o primeiro  instrumento.  Porém a sua vontade em  ter  finalmente  a sua  guitarra o fez exercitar as suas habilidade como Luthier e seu primeiro instrumento foi uma  peça improvisada  a partir de uma caixa de charutos.

 

BB King segurando uma típica guitarra feita com caixa de charutos

 

Albert Nelson nasceu em 1923 no estado do Mississipi e na juventude dividia o gosto pelo blues com o trabalho nas plantações de algodão e também o canto na igreja. Depois  de mais de uma década como  músico     conquistou o prestígio definitivo ao lançar  um dos álbuns fundamentais  da história do blues o LP Born Under a  bad Sign.  Contratado pela Stax ,  gravadora  que marcaria as bases da  Black Music, essa produção de Albert King  de 1967  contou nas gravações do  luxuoso suporte dos  integrantes da banda  Booker T and The MG’s  , além de Isaac Hayes ao  piano e o naipe de  metais com a Memphis Horns. Com esse time de músicos essa produção ganhou um ar totalmente soul.

 

Gravadora Stax lançou artistas nas décadas de 60 e 70 que formaram a base da Black Music

 

Quando Born Under a bad Sign  foi lançado Albert King , já possuía mais controle e maturidade sobre a estrutura do seu som.  Atento ao que estava acontecendo  durante a década de 60 com as bandas inglesas resgatando o universo  do blues americano   ele também ambientou essa produção  para ir de encontro  ao interesse do  público mais jovem.

 

sonoridade do blues elétrico ao gosto do público mais jovem

 

A figura de Albert  King que morreu em 1992 impressionava com 1,93 de altura  e mais de 110 kg.  Ele empunhava   a sua emblemática guitarra   Gibson Flying  V na qual ele tocava do lado canhoto mas  sem inverter as cordas e com isso  o seu som possuía uma tonalidade  própria, e se tornou   um dos pilares do chamado blues elétrico.

 

Albert King identidade marcante

Acompanhe esta edição

 

entre em contato:

robson@cbncampinas.com.br

Produção

Walmir Bortoletto

Edição

Paulo Girardi

DEIXE UMA RESPOSTA