Nível de emprego na construção civil volta a crescer depois de 33 meses

0
121

Depois de 33 meses de queda, o nível de emprego na construção civil brasileira voltou a subir em julho deste ano, quando houve alta de 0,07% na comparação com junho. Com a contratação de 1.677 trabalhadores, o estoque de trabalhadores no Brasil chegou a 2,458 milhões. Seguindo a alta nacional, as contratações em Campinas tiveram alta de 0,72% no mês de julho. O número corresponde a 136 novos postos de trabalho criados.

Ao contrário do Brasil, Campinas registra altas seguidas no indicador desde o mês de março. De acordo com o diretor da regional do Sinduscon em Campinas, Márcio Benvenutti, no caso regional, a situação começa a apresentar um horizonte mais favorável. Ele explica que as vagas criadas foram destinadas para o início das obras, o que indica que haverá um crescimento nas contratações por pelo menos 18 meses.

Mesmo com o desempenho positivo do país em julho, nos 12 meses anteriores a queda é de 10,31% e na comparação com julho de 2016, a redução chega a 12,63%. No acumulado de 12 meses, a variação fica negativa com -5,01%. Desde janeiro, o setor gerou mais de 620 vagas formais de trabalho. Os dados são da pesquisa realizada pelo SindusCon-SP, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego.

DEIXE UMA RESPOSTA