Unicamp adota cercado para ambulantes do HC e medida desagrada

0
147

Após um mês da retirada de ambulantes de frente ao Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas, esses comerciantes informais voltaram e se mantém no entorno do HC.

A ação para retirada foi feita pela Setec e segurança do campus. Agora, uma medida chama atenção.

Com o comércio informal resistindo, a administração do hospital começou a cercar os ambulantes, com faixas e cones, limitando a área para venda de produtos como bolo, café e lanche. Cada um fica dentro de um cercadinho. Alguns sob sol forte, como Braz Augusto Vitorino que se sente humilhado com a situação.

Adriano da Silva fica em outro cercado e diz que a limitação imposta pela segurança da Unicamp prejudica as vendas. Ele ainda fala em atritos com funcionários e defende que o trabalho dele, beneficia os pacientes do HC.

Nós entrevistamos os pacientes Nelson Barbosa e Célia de Sousa que foram a favor dos ambulantes.

Em nota, a Unicamp informou que a Vigilância da universidade isolou a área com fitas porque seis ambulantes estavam invadindo o local destinado à circulação de pacientes do HC e à vagas para deficientes.

A Vigilância também tem orientado ambulantes no sentido de respeitarem a legislação. A Unicamp mantém contato com a Setec para garantir a fiscalização no local. Em agosto a administração central da Unicamp realizou reunião com representantes dos ambulantes. Os comerciantes receberam um documento com orientações para a participação nas feiras e foram novamente informados sobre as regras para participação nos editais.

A ocupação de espaço físico da universidade para o exercício de atividades comerciais ou de publicidade, sem o Termo de Autorização de Uso, é considerada irregular e clandestina, caso em que a Prefeitura adotará as medidas necessárias à desocupação do local.

DEIXE UMA RESPOSTA