Câmara de Campinas adia a votação do projeto da Escola Sem Partido

1
44

A votação do projeto “Escola Sem Partido” na Câmara Municipal de Campinas foi adiada para 2018 e não há prazo para que o texto retorne à pauta neste ano, pois , o recesso parlamentar começa no próximo, dia 13. Na sessão desta quarta-feira, os vereadores aprovaram o pedido de vistas ao projeto de autoria do vereador Tenente Santini (PSD). Pela proposta os professores estarão proibidos de fazer qualquer tipo de propaganda político-partidária em sala de aula. Ficam proibidos também de incentivar a participação de alunos em qualquer tipo de manifestação. O projeto aprovado em 1ª votação no dia 4 de novembro, aponta uma série de diretrizes as quais o professor deverá seguir em sala de aula. Entre elas promover os seus próprios interesses, opiniões, concepções ou preferências ideológicas, religiosas, morais, políticas e partidárias.

1 Comentário

  1. O professor deverá seguir uma série de diretrizes, entre as quais seria promover seus próprios interesses, opiniões etc??? Pois a proposta da Escola Sem Partido é justamente o contrário!!! Para que não haja a doutrinação ideológica é que o projeto foi escrito.

DEIXE UMA RESPOSTA