Ponte Preta é punida com perda de mandos de campo por invasão

0
91

A Ponte Preta foi julgada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva nesta segunda-feira pelos incidentes ocorridos no jogo diante do Vitória, no dia 26 de novembro. Por causa da invasão da torcida, o clube será obrigado a jogar com portões fechados durante cinco partidas em competições organizadas pela CBF. O clube ainda foi multado em R$ 30 mil.

Após os incidentes, o estádio Moisés Lucarelli foi interditado preventivamente. A Ponte Preta precisa comprovar as condições de segurança do local para obter a liberação. Por enquanto, o clube está impedido de jogar até pelo Campeonato Paulista na própria casa.

O zagueiro Rodrigo, que deve rescindir, mas ainda tem contrato com a Ponte, foi punido com seis partidas de suspensão por causa da atitude antidesportiva contra o atacante Trellez, que resultou na expulsão do defensor pontepretano.

Apesar de a partida ter sido interrompida aos 36 minutos do segundo tempo e encerrada por falta de condições de segurança, o resultado de 3 a 2 para o Vitória foi mantida. O STJD avaliava a possibilidade de alterar o placar para 3 a 0, dado a times que vencem por W.O.

DEIXE UMA RESPOSTA