Home | Notícias | Temperatura baixa eleva incidência de doenças respiratórias em crianças

Temperatura baixa eleva incidência de doenças respiratórias em crianças

Campinas registrou na quarta-feira, dia 2 de maio, a temperatura mais baixa do ano, com os termômetros chegando a marca de 10 graus. A chegada de uma forte massa de ar frio a região traz, além do frio intenso, preocupação com doenças respiratórias, principalmente em crianças e adolescentes.

Para se ter uma ideia da elevação de casos de doenças respiratórias, nesta época do ano, o Pronto Socorro Infantil do Hospital Municipal Mario Gatti registrou em abril um crescimento de 67% no atendimento, em relação ao mês de março. Segundo a pediatra e coordenadora do pronto socorro infantil do hospital,Dr. Andrea Tirico de Paiva, as doenças mais registradas neste período são as relacionadas com as vias aéreas superiores, como bronquite, sinusite e rinite alérgica.

A médica orienta os pais para ficarem atentos aos sintomas iniciais destas doenças, que podem acelerar a recuperação da criança. Medidas preventivas podem ser adotadas com o objetivo de evitar ou minimizar os problemas causados pela baixa temperatura. Lugares arejados e uma maior atenção com a higiene, são as recomendações da pediatra, Dr. Andrea Tirico.

O inverno está programado para começar no dia 20 de junho de 2012. E apesar das baixas temperaturas e do frio intenso registrado em Campinas, a meteorologista do CEPAGRI da Unicamp, Ana Ávila, afirma que o inverno neste ano está previsto para ser igual a dos anos anteriores, sem grande alteração nas temperaturas.

Veja Também

Viatura da PM em frente ao 1º DP, onde o caso foi registrado (Foto: Leandro Las Casas)

Sumaré tem explosão de casos de estupro no quadrimestre

Segundo os dados da Secretaria de Segurança Pública, Sumaré registrou uma verdadeira explosão nos casos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *