Home | Notícias | Servidores da Saúde protestam contra a implantação do Cratod, em Campinas

Servidores da Saúde protestam contra a implantação do Cratod, em Campinas

Munidos com cartazes, faixas e panfletos, servidores públicos e pacientes do sistema de saúde mental de Campinas realizaram uma manifestação e panfletagem em frente a Prefeitura. O ato ocorreu no final da tarde desta quarta-feira, antes do início da reunião do Conselho Municipal de Saúde. Segundo os servidores, a Saúde Pública vem sofrendo ataques importantes por parte do próprio poder público municipal. Um dos golpes evidentes foi a demissão em massa de mais de 1.200 trabalhadores que eram contratados através da antiga parceiria com o Serviço de Saúde Cândido Ferreira.
Recentemente a Prefeitura anunciou mudanças no sistema de tratamento da sáude mental com a implantação do Cratod. Dentro da nova modalidade é previsto a internação compulsória de dependentes químicos. A medida só é tomada com autorização da justiça.
Para o servidores, o novo modelo, que ainda não entrou em vigor, nada mais é do que o desmantalamento do sistema existe. De acordo com a psicóloga, Júlia Amorim Santos, o que está sendo reinvidicado são investimentos no setor e não uma nova modalidade de trabalho, pois, os serviços prestados a essa camada da população são altamente positivos. Entre eles ela cita os Centros de Atenção Psicosocial, os CAPs AD, o Consultório de Rua e o Programa de Redução de Danos, que atende 24h por dia em uma de suas unidades.

Veja Também

maio_amarelo

Programação do Maio Amarelo é aberta em Campinas

Para o secretário de Transportes de Campinas e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro, o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *