Crédito consignado deve crescer 14% na região de Campinas

0
330

O crédito consignado deve movimentar cerca de R$ 440 milhões de reais na região de Campinas, segundo números da Associação Comercial, a ACIC. Essa modalidade de empréstimo é voltada para aposentados, pensionistas e servidores públicos, com taxas de juros menores e prazos maiores, que chegam a 72 meses. A estimativa é que o ano de 2014 totalize mais de 230 mil empréstimos deste tipo, o que representa uma expansão de 14% em relação ao ano passado.

Steiner Frazão é diretor de uma empresa de empréstimo consignado e está bem otimista para o final do ano. Ele prevê um aumento de 50% na procura pelo crédito. E comenta o perfil de quem busca essa alternativa: aposentados e pensionistas que ganham até três salários mínimos e emprestam numa média, pouco mais de R$ 2 mil, principalmente para pagar dívidas já existentes.

Quem ganha três salários mínimos pode emprestar até R$ 7700. A oferta, no entanto, exige alguns cuidados. Para o professor de finanças da Puc-Campinas, Eli Borochovicius, aproveitar uma taxa menor de juros é recomendável quando já há dividas com taxas maiores. O alerta é para o comprometimento da renda com as parcelas e para os prazos.

A taxa de juros do crédito consignado oscila entre 2,14 e 3,06% ao mês. O desconto da parcela é feito direto na folha de pagamento.