Consórcio PCJ divulga projeto para lançar água do mar sem sal no Cantereira

0
524

O Consórcio PCJ apresentou um projeto de retirada do sal da água do mar para que ela seja lançada no Sistema Cantareira. O estudo propõe a implantação de uma usina de dessalinização em Bertioga, no litoral de São Paulo, e a construção de adutoras que trariam a água até o Reservatório Jaguari/Jacareí do Cantareira. O custo, em torno de R$ 6,1 bilhões, ainda necessita de um estudo de detalhamento técnico financeiro. De acordo com o secretário-executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahoz, não se pode falar em alto custo, quando o que está em jogo é o futuro das empresas e a garantia econômica de País. A equipe técnica do Consórcio PCJ estudou cinco alternativas de traçados para trazer a água do mar para a região da cabeceira da Bacia do Rio Piracicaba. Lahoz explica que a opção por lançar a água dessalinizada no sistema Jaguari/Jacareí vai permitir manter o sistema com no mínimo 80% de sua capacidade de reservação, respeitando 20% do espaço útil como reserva estratégica de volume de espera. O estudo do Consórcio PCJ aponta duas tecnologias de dessalinização: por osmose reversa, utilizada em Israel, e a de evaporação. De acordo com Lahoz, o conteúdo do estudo do Consórcio PCJ foi enviado à direção técnica da Sabesp, operadora do Sistema Cantareira, que respondeu que o projeto está sendo analisado. O estudo também será enviado a todos os municípios e empresas associados à entidade. Os projetos do Consócio PCJ podem ser consultados no site www.agua.org.br