Agropolo Campinas define conselho administrativo e diretrizes de trabalho

0
702

A primeira reunião do conselho administrativo do Agropolo Campinas, criado depois da assinatura de um termo de cooperação entre diversos órgãos vinculados aos setores público e privado, determinou as diretrizes do trabalho e elegeu os conselhos administrativos e executivos . Através do acordo, os envolvidos irão estabelecer intercâmbios de profissionais e desenvolver projetos de cooperação técnica nas áreas de agricultura, alimentação, biodiversidade, bioenergia, química verde e desenvolvimento sustentável.

O Instituto Agronômico de Campinas será responsável pela coordenação executiva da parceria e deve centralizar o acompanhamento das questões administrativas relacionadas à cooperação. O prefeito Jonas Donizette é o presidente do conselho administrativo, que conta também com a presença do reitor da Unicamp, José Tadeu Jorge, do vice-governador e secretário de desenvolvimento econômico, ciência e tecnologia, Márcio França e do secretário de agricultura e abastecimento, Arnaldo Jardim. Já o conselho executivo do Agropolo Campinas será chefiado pelo diretor geral do IAC, Sérgio Carbonell. De acordo com o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, o desafio para os próximos dois anos é fortalecer o incentivo à pesquisa para desenvolver técnicas de produção de alimentos, preservando o meio ambiente.

Participam do acordo de cooperação o governo de São Paulo, a prefeitura de Campinas, o IAC, o Instituto de Tecnologia de Alimentos, o Instituto Biológico, a Unicamp, a Techno Park Campinas e o Instituto de Agricultura Internacional, sediado na França.