Tecnologias ajudam empresas de Campinas no corte de gastos

0
609

Com a crise, o corte de gastos é buscado por muita gente. Vale criatividade e inovações para economizar. Em Campinas, a tecnologia tem sido aliada. Um exemplo é portaria virtual, disponível na empresa de segurança do Ricardo Maurício dos Santos. Ela reduz em até 1/3 os custos nos condomínios. Nesse momento econômico, a busca cresce em dois dígitos.

Renato Igha é proprietário de uma rede de restaurantes de comida japonesa em Campinas, que investiu em tablets com um sistema em que o próprio cliente faz o pedido, confere a conta e acompanha todo atendimento pelo eletrônico. Ele não só não precisou contratar mais gente para melhorar o atendimento, como o movimento no restaurante cresceu. Não houve demissões.

E para provar que a crise não é para todo mundo, uma empresa da área farmacêutica, tem crescido na região de Campinas. No quesito emprego, há até vagas que não são preenchidas por falta de qualificação, como explica o presidente Marco Bosoni.

A empresa se beneficia com o dólar alto e com a qualidade do produto. No ano passado, essa empresa da área farmacêutica contratou 36 funcionários. Nesse ano já foram 106 e ainda há vagas a serem preenchidas. Também no início desse ano, a ABL inaugurou a unidade de Sumaré, com investimentos de R$ 13 milhões.