Procura por exames para diagnóstico de gripe H1N1 aumenta 400% e podem custar R$ 500 em clínicas particulares

Os casos de gripe H1N1 em todo o país provocaram uma corrida das pessoas às clínicas particulares para a imunização já que a Campanha do Ministério da Saúde foi voltada apenas a uma parcela da população.

Correria para se imunizar, pressa também para saber se o que a pessoa tem, é realmente a gripe H1N1. Em uma clínica particular em Campinas, o aumento foi de 400% na procura por exames que façam o diagnóstico da doença, como conta a patologista Juliana Costa

Nas clínicas particulares o exame pode custar cerca de R$ 500,00, o mesmo exame que é feito de graça na rede pública mas de outra forma. Quando os agentes de saúde dos municípios suspeitam de um caso, a amostra é encaminhada ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

A diferença fica apenas no tempo de retorno para o conhecimento do resultado, sendo na clínica particular, mais rápido.

O infectologista da Unicamp, Francisco Aoki, comentou que tão importante quanto buscar fazer o diagnóstico é se atentar aos possíveis sintomas de agravamento da doença.

Em Campinas, o último balanço divulgado aponta que o município tem 22 casos de gripe H1N1 e oito mortes registradas.