Câmara rejeita pedidos de cassação contra o prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho (PP)

0
1065

Os vereadores de Paulínia rejeitaram na sessão da noite desta terça-feira dois pedidos de cassação contra o prefeito Dixon Carvalho (PP). Os pedidos se baseavam em possíveis infrações político-administrativas que teriam sido cometidas pelo prefeito.

Um pedido acusava a prefeitura de realizar pagamentos irregulares de milhões de Reais às empresas Estre Ambiental S.A. e Corpus, responsáveis respectivamente pelo aterro sanitário e pela limpeza urbana da cidade. A outra se refere à contratação sem licitação da RC Nutry Alimentação LTDA. para o fornecimento de merenda escolar. A acusação é que o prefeito forjou um estado de emergência para evitar a necessidade de licitação na contratação da Nutry. Ambos os pedidos foram negados pelos vereadores por 12 votos a dois.

O episódio provocou a renúncia do vereador Kiko (PRB) da função de líder do governo, pois o parlamentar alegou não poder exercer a função diante das denúncias apresentadas.