Moradores cobram manutenção na Pedreira do Garcia

0
465

O mato alto e a falta de solução para uma ponte interditada na Pedreira do Garcia, em Campinas, incomodam os moradores. O local é muito usado por praticantes de corrida e caminhada, mas causa preocupação por estar envolvido em um impasse.

A área é particular e por isso muita coisa não pode ser feita. As equipes da Prefeitura, por exemplo, fazem visitas ocasionais. Lucia Elisa mora em frente a um espaço que costuma passar por limpeza, mas pede atenção com o entorno da pista de caminhada.

Outros vizinhos confirmam que a poda do mato foi feita no final de 2017, mas citam as chuvas recentes e cobram ações mais amplas. Isso porque muita gente pratica outros esportes além de corrida e caminhada e leva os filhos para brincar em um parquinho infantil.

Mas esse não é o caso de Márcia Bedin. Mesmo morando perto de um dos acessos, ela conta que não costuma mais ir ao local. O motivo é outro problema que parece sem solução para quem conhece bem a região: a ponte degradada sobre o Ribeirão Piçarrão.

A situação é antiga. No final de 2016, a posição da Pasta de Serviços Públicos era de que a Administração não podia fazer muita coisa. Na época, explicou que serviços de manutenção comuns em praças públicas não podiam ser feitos por se tratar de uma área particular.

Hoje o panorama é o mesmo e a Secretaria justifica que não há projetos para transformar o local em parque. Sobre a limpeza e a poda do mato, no entanto, esclareceu que uma nova ação das equipes está programada para os próximos dias. O dono da propriedade não foi encontrado.