Segunda morte de transplantado por febre amarela é confirmada no HC da Unicamp

0
503

O Hospital de Clínicas da Unicamp confirmou a segunda morte de paciente que, apesar de ter realizado transplante de fígado após diagnóstico de hepatite fulminante provocada pelo vírus da febre amarela, não resistiu às complicações da doença, nesta quarta-feira.

Não foram informados detalhes sobre os dois óbitos, como data, área onde as vítimas moravam e locais onde foram infectadas. Segundo a unidade, o governo do estado deve divulgar um boletim nesta sexta-feira.

Outros cinco pacientes também diagnosticados com febre amarela passaram pelo procedimento de transplante de fígado no Hospital das Clínicas, e estão em fase de recuperação.