Audiência pública vai discutir licitação do transporte público de Campinas

0
282

A secretaria de transportes de Campinas vai realizar uma audiência pública para discutir a licitação do transporte público municipal. Devem participar do encontro, marcado para as 9 horas do dia 21 deste mês, os interessados no certame. Prevista para ser lançada em maio, a nova licitação prevê investimentos de aproximadamente R$ 7 bilhões, pouco mais do que o dobro exigido no processo anterior. O atual contrato terminaria apenas em 2020, mas foi considerado irregular pelo Tribunal de Contas do Estado. Por conta disso, a prefeitura decidiu antecipar o processo de escolha dos novos prestadores do serviço.

O fato é que o transporte público de Campinas vai passar por uma grande mudança nos próximos meses. Ao todo, serão seis áreas de concessão e uma área comum, dividas por cores. A área comum, chamada de área branca, vai abranger a região central da cidade e será proibida a circulação de ônibus movidos a óleo diesel. Nesse trecho, os veículos serão elétricos ou híbridos, sem utilização de combustíveis fósseis.

As demais áreas foram dividas com similaridade em número de linhas, frota e passageiros. Entre os exemplos estão os futuros corredores do BRT, que serão responsáveis pela ligação do Centro com o Campo Grande, feita pelos ônibus da linha azul clara, e do Centro  com o Ouro Verde, que utilizará veículos da linha verde clara. As duas linhas vão transportar quase 110 mil passageiros por mês cada. As demais linhas serão a dos ônibus vermelhos que ligarão Barão Geraldo ao Centro, laranjas, que vão operar na região de Sousas, azuis, entre a região dos Amarais e do Centro e amarelos que vão atuar na área próxima a Viracopos. De acordo com o secretário de transportes de Campinas, Carlos José Barreiro, havia a necessidade de uma mudança estrutural no sistema, mas a dificuldade era muito grande. Ele acredita que o momento é ideal para isso.

A licitação vai exigir algumas melhorias que visam garantir o conforto da população. Nas principais linhas do transporte público, por exemplo, os ônibus serão equipados com ar condicionado e wi-fi. Apesar de toda a mudança que deve acontecer no sistema, o secretário Carlos José Barreiro afirmou que o valor da tarifa do transporte público não será alterado. A audiência pública para discutir a nova licitação para concessão do sistema de transporte vai acontecer na quarta-feira, dia 21 de maio, a partir das 9 horas, no salão vermelho da prefeitura de Campinas. A expectativa é de que após o anúncio das empresas vencedoras do certame, o novo sistema seja implantado na cidade em até 120 dias.