MST ocupa fazenda na Estrada do Jequitibá, em Valinhos

0
150

Integrantes do Movimento Sem Terra invadiram nesse fim de semana uma fazenda localizada na Estrada dos Jequitibás, em Valinhos. A ocupação foi batizada de “Marielle Vive” e os integrantes do movimento usam faixas que pedem a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

São cerca de 700 famílias, segundo os representantes da ocupação. Já a Guarda Municipal, calcula cerca de 400 pessoas. O nome da ocupação é em memória da vereadora assassinada há um mês no Rio de Janeiro e faz parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, que começou no dia 17 de abril.

De acordo com Márcio Santos, da coordenação estadual do MST, a área é improdutiva desde 2009, situação atestada em laudo pelo Incra e é a terceira vez que é alvo de ocupação. O principal motivo da ocupação é a luta pela reforma agrária, mas o momento político não podia deixar de se lembrado.

O grupo chegou ao local em pelo menos dez ônibus, que fecharam a estrada Estrada dos Jequitibás por alguns minutos, no momento da ocupação do local. O administrador da fazenda vai entrar com o pedido de reintegração de posse.