Americana investiga seis mortes suspeitas de febre maculosa

0
118

Seis mortes suspeitas de febre maculosa são investigadas pela Vigilância Epidemiológica de Americana, de acordo com a prefeitura da cidade.

Apesar de não haver registros confirmados, o total de casos suspeitos da doença chega a nove.

Segundo a administração municipal, os pacientes apresentaram sintomas semelhantes, como vômito, dores abdominais e musculares, náuseas, erupções cutâneas, e em alguns casos, icterícia.

Uma das vítimas é uma menina de 7 anos. Outros cinco homens com idades entre 23 e 60 anos também apresentaram sintomas. O material coletado foi encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz, e o prazo é de 20 dias para que resultados sejam apresentados.

O médico infectologista da secretaria municipal de saúde de Americana, Arnaldo Gouveia Junior, afirma que o aumento expressivo de casos pode estar relacionado com alterações ambientais, e que a quantidade de casos neste ano é inédita.

Para prevenir a febre maculosa, é recomendado que a população evite áreas de pasto ou ribeirinhas. Aos que não tiverem alternativa, o especialista faz algumas recomendações.

O município de Americana registrou, em 2017, 25 casos suspeitos de febre maculosa. Entre eles, uma morte confirmada pela doença.