Morre palhaço agredido com chute no rosto em Mogi Guaçu

0
285

O palhaço de rua que foi agredido com um chute no rosto após uma briga de trânsito, em Mogi Guaçu, morreu na noite desta terça-feira, 15. Ele estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo da Santa Casa da cidade desde 9 de maio.

Adriano Ribeiro da Silva, de 36 anos, que se vestia de palhaço e se apresentava fazendo malabarismo, se envolveu em uma confusão após um pino utilizado no malabares cair na porta de um carro que estava parado no semáforo.

O dono do carro se irritou, estacionou o veículo e foi cobrar o malabarista por causa do ocorrido. Em um dado momento os dois entraram em luta corporal, e o motorista acertou um chute no queixo do palhaço, que caiu inconsciente no asfalto.

O motorista envolvido na briga foi levado pela Guarda Municipal à uma delegacia da cidade. A ocorrência, na ocasião, foi registrada como lesão corporal e ele foi liberado. Ainda não há informações sobre o caminho do inquérito, agora, com a morte de Adriano. O homem, de 56 anos, afirma ter reagido à uma agressão do de Adriano, e diz que ele e parentes  têm sofrido ameaças desde então.