Tribunal de Contas mantem rejeição à contrato de cestas básicas da Prefeitura de Piracicaba

0
316

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo manteve a rejeição a um contrato firmado pela Prefeitura de Piracicaba no valor de quase R$ 12 milhões para o fornecimento de cestas básicas aos servidores municipais.

O recurso da prefeitura de Piracicaba foi negado nesta terça-feira, 15. O contrato firmado com a empresa Nutricesta Comércio de Alimentos no valor de R$ 11 milhões e 709 mil Reais estipulava o fornecimento de 8.500 cestas de alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal a serem entregues mensalmente aos servidores ativos, aposentados e também pensionistas durante o ano de 2014. Um dos argumentos do Tribunal é que o contrato previa a compra de 448 cestas básicas a mais do que o número de servidores que deveriam recebê-las. Ainda cabe recurso. 

Em 2014 o prefeito da cidade era Gabriel Ferrato, que afirmou não ter conhecimento da decisão do Tribunal, e que quando era o Prefeito não tinha como analisar todos os detalhes de cada contrato da Prefeitura.