Motoristas de ônibus escolares paralisam atividades em Paulínia

0
68

Funcionários da empresa de ônibus que transporta parte dos alunos de Paulínia para as escolas da cidade estão paralisados nesta quarta-feira.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário e Anexos de Campinas e Região, nenhum ônibus da Sancetur saiu da garagem. Os motoristas e monitores reivindicam direitos trabalhistas.

No início da manhã foi realizada uma assembleia com os funcionários na garagem, na qual foi decidida a paralisação por tempo indeterminado.

De acordo com a Prefeitura, alternativas já são estudadas para viabilizar o transporte das crianças, mas ainda não foi informada a quantidade de estudantes afetados.

O Vice-presidente do sindicato, Izael Soares de Almeida afirma que os colaboradores da empresa têm enfrentado atrasos no pagamento dos salários, falta de recolhimento do FGTS e INSS e o não pagamento de horas extras.

Fora isso, a manutenção dos ônibus está inadequada, e os trabalhadores contestam os descontos do vale-refeição em dias de atestado, segundo o representante.

Também é questionada a contratação dos funcionários, que é efetivada em Valinhos.