Deputado federal campineiro quer o fim da comercialização e distribuição de produtos de plástico de uso único no Brasil

0
39

Um projeto de lei do deputado federal campineiro Carlos Sampaio (PSDB) visa banir a comercialização e distribuição de produtos de plástico de uso único no Brasil até 2030.
De acordo com a proposta, que ainda será votada na Câmara dos Deputados, ficará vedada, em todo o território nacional, a fabricação, a comercialização e a distribuição de cotonetes, talheres, pratos, misturadores de bebida, varetas utilizadas para fixarem balões e os prenderem, sacos de lixo e sacolas fabricadas em polipropileno, ou outros materiais similares não biodegradáveis. A intenção é incentivar a fabricação de produtos com papel biodegradável ou reciclável. Na última quinta-feira, o Rio de Janeiro se tornou a primeira cidade brasileira a proibir o uso de canudinhos de plástico usados para tomar sucos e refrigerantes.