Com a suspensão da greve da categoria, os trabalhadores da Unicamp vão retomar as atividades a partir desta segunda-feira. Os representantes da reitoria e do Sindicato estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira para tratar dos procedimentos relacionados ao retorno dos servidores técnico-administrativos ao trabalho. A Administração Central informou que cumpriu o compromisso assumido na proposta de negociação aprovada pelos trabalhadores.

Entre os principais pontos estão a orientação de cada gestor das unidades e órgãos da instituição, par que negociem com os funcionários a melhor forma de reposição dos dias parados. Além disso, a Unicamp também determinou à Diretoria Geral de Recursos Humanos  a emissão de uma folha complementar para pagamento dos valores descontados dos trabalhadores que aderiram à greve. O holerite estará à disposição para consulta online dos funcionários a partir da tarde desta sexta-feira. O dinheiro será depositado nas contas dos servidores na segunda-feira.

A Unicamp fez uma contraproposta de R$ 970,00 para o vale-alimentação, aumentando em R$ 20,00 em relação à proposta anterior. O pagamento deste valor, no entanto, só seria feito em janeiro de 2019. A universidade manteve o reajuste salarial de 1,5% oferecido pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo. O déficit orçamentário da Unicamp previsto para 2018 é de R$ 239 milhões.