Nova Odessa quer monitoramento eletrônico ainda este mês

0
53

Nenhuma das 18 câmeras de videomonitoramento de Nova Odessa funciona atualmente. A promessa é que os equipamentos voltem a operar ainda em julho. A estimativa do diretor de Segurança e diretor da GM do município, Franco Júlio Felippe, é que a licitação para a manutenção fique pronta até o fim do mês.

O edital citado por ele foi publicado no dia 24 de maio e o custo estimado para o serviço, incluindo mão de obra e materiais a serem usados, chega a R$ 484 mil. As câmeras estão instaladas nas ligações entre a cidade e as vizinhas Americana e Sumaré e integram o sistema central da Região Metropolitana de Campinas.

Mas mesmo sem contar com as imagens das câmeras, houve aumento no número de carros roubados ou furtados que foram recuperados pela Guarda. O total subiu de cinco nos primeiros seis meses de 2017 para 11 no primeiro semestre de 2018, resultado que é atribuído à maior interação com as polícias.

De acordo com o diretor de Segurança de Nova Odessa, as ocorrências de fuga por rodovias e de veículos encontrados em outros municípios são comuns.Por esse motivo o monitoramento contínuo e conjunto é a aposta das forças, corporações e órgãos de segurança para reduzir esse tipo de crime na RMC.

Conforme o balanço, nos primeiros seis meses deste ano também houve aumento entre os flagrantes de roubos de carro: 19 contra 11 de janeiro a junho do ano passado. Já o número de pessoas presas cresceu de seis em 2017 para 16.