Prefeitura de Campinas quer unidade do Comitê Nacional Para Refugiados na cidade

0
30

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Assistência Social, Campinas possui atualmente dois mil pedidos de refúgio. Para facilitar a regularização dos refugiados estrangeiros, a Prefeitura está estudando a instalação de uma unidade Comitê Nacional Para Refugiados, o Conare. O órgão, sediado em São Paulo, é o responsável por analisar e deferir os pedidos. De acordo com administração municipal os casos são analisados um por um e o prazo para a regularização pode durar até cinco anos. Os países com mais pedidos de refúgio dos moradores para o Brasil são: Paquistão, Síria, República Democrática do Congo, República do Congo, Angola, Colômbia e Gana. Um estudo inédito lançado em fevereiro pelo Núcleo de Estudos da População da Unicamp apontou que entre 2000 a 2015, foram registrados 391.282 imigrantes com o Registro Nacional de Estrangeiro. Deste total 256.979 estavam no município de São Paulo, e 35% se dirigiram para o interior, incluindo a  Região Metropolitana de Campinas.