A Lenda da Coxinha 

0
161

Hoje vou explorar um pedaço da história do brasil imperial e que se relaciona diretamente com a criação do salgado mais querido dos brasileiros… a Coxinha. 

Eu já falei para vocês sobre as influências gastronômicas e sobre a necessidade econômica que levaram à criação da coxinha. Hoje vou explorar uma lenda sobre a invenção do salgado que envolve a família real brasileira. Reza a lenda, que a Princesa Isabel e seu marido, o Conde D’Eu, escondiam da Corte no Rio de Janeiro um filho com deficiência mental. Este filho foi criado em Limeira, especificamente na Fazenda Morro Azul, no final do século XIX. A lenda conta que o prato preferido da criança era coxa de galinha e que certa vez a cozinheira da família não tinha quantidades suficientes para servir. Prevendo a gritaria do menino por falta do seu alimento predileto, resolveu transformar uma galinha inteira em coxas ao desfiar a carne e empanar com a massa no formato da coxa.  O filho da princesa aprovou tanto o novo prato que as “coxinhas de galinha” teriam passado a fazer parte das refeições diárias da família. Nenhuma parte dessa lenda tem comprovação histórica, mas muitos acreditam ser a origem do famoso salgado.