Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Saúde do Estado os casos de dengue neste ano até setembro explodiram em relação ao mesmo período do ano passado.

Neste ano 9,3 mil pessoas foram identificadas com o vírus em todo o Estado  contra 4,6  em 2017. Em termo percentuais o aumento foi de 102%.

Em Campinas, o aumento no número de casos seguiu a tendencia estadual. No acumulado deste ano até setembro foram 258 confirmações contra 131 em todo o ano passado.

Apesar do aumento significativo, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Campinas, Tessa Roesler, avalia que o número deve ser comemorado, uma vez que a incidência é irrisória para uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes. Em 2016, por exemplo, o número total de casos de dengue na cidade ficou em torno de 3,5 mil.

Apesar disso, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica reforça que a população precisa estar atenta e cooperar para que a situação permaneça controlada.