Sucesso de Isaac Hayes e suas versões

0
1148

Em 1997, com o lançamento de “ Sobrevivendo no Inferno ”, o grupo Racionais MC’s foi destaque em todo o Brasil, pois o disco foi elogiado por quem gosta de rap, e até por pessoas que nunca haviam prestado atenção ao gênero.

Através de matérias em jornais e revistas, muitos descobriram que a primeira faixa é uma adaptação da letra de Jorge da Capadócia, antigo sucesso do então Jorge Ben, mas sobre a base musical, pouco foi comentado.

Quem acompanha um movimento surgido na Inglaterra, batizado de trip-hop, que mistura música eletrônica com rap, já havia escutado a mesma melodia em 1995 com o rapper Tricky, ex-integrante do Massive Attack

Um ano antes da Tricky, outros ingleses da trip-hop, desta vez do grupo Portishead, usaram a mesma base para uma faixa do disco de estréia.

Mas a melodia usada por brasileiros, ingleses, e tantos outros pelo mundo a fora, está num LP de 1971 do cantor norte americano de soul music, Isaac Hayes.  A música se chama Ike’s Rap II e foi escrita numa parceria de Isaac com outros quatro músicos.

O disco Black Moses, de 1971, é considerado um dos melhores da carreira de Issac Hayes, tanto que o título, Moisés Negro em português, se transformou num apelido que o acompanhou por toda a vida.

Isaac Hayes morreu no dia 10 de agosto de 2008 após sofrer um derrame.

 

capa do disco Black Moses de Isaac Hayes.

Acompanhe essa edição do  Música é Cultura

 

 

entre em contato

musicaecultura@cbncampinas.com.br

produção

Walmir Bortoletto

edição

Paulo Girardi