Uma rua de Campinas que recebeu pavimento, não teve os postes de iluminação considerados no projeto. A impressão é de que os postes foram esquecidos ali, por terem ficado no meio do asfalto, por onde passam os carros. O local fica no bairro Recanto da Fortuna, na Rua Maria Grassi Sinigaglia.

Os motoristas que não estiverem muito atentos correm um grande risco de colisão com esses postes.  E são seis deles, sendo que um está bem ao lado de um ponto de ônibus. Os motoristas consideram alto o risco de colisão com o poste. Para tentar alertar os motoristas, os postes estão sinalizados com fitas zebradas. Mas, Telma Santos, que trabalha no bairro, explica a iluminação precária da rua, no período da noite, torna ainda mais perigosa a situação.

Paloma Oliveira Costa tem um comércio na rua e disse serem constantes as situações de riscos para os motoristas, por causa dos postes irregulares. A CPFL Paulista esclarece que não instala postes em locais de tráfego de veículos e que o traçado dos postes da rede de distribuição de energia elétrica é feito de acordo com o projeto do loteamento do bairro, fornecido pelo Poder Público ou pela empresa loteadora.

No caso dos postes localizados nas ruas Maria Grassi Sinigaglia e Fernando Baron, em Campinas, a distribuidora informa que recebeu o pagamento da remoção dos postes no dia 27/09 e que a obra está programada para o dia 1/11, podendo ser remarcada, dependendo das condições climáticas.

E a Prefeitura de Campinas esclareceu que o bairro está passando por pavimentação e a empresa que executa o serviço de drenagem e asfalto já fez a solicitação de retirada dos postes e pagou a taxa de remoção, conforme contrato, junto à CPFL. Esse trabalho seria iniciado na semana passada, mas é preciso esperar a redução das chuvas para começar a obra.