Campinas e região mostrou a força econômica na edição da Black Friday, realizada no último dia 23 de novembro. A movimentação regional chegou aos R$ 300 milhões, sendo que 80% das vendas foram provenientes do e-commerce e os outros 20% a través das lojas físicas. Os números correspondem a cerca de 10% das vendas no âmbito nacional.

Os dados divulgados pela Ebit / Nielsen, mostram que as vendas no País bateram na casa dos R$ 3.050,0 bilhões, sendo que as vendas digitais foram de 85%, enquanto o faturamento nas lojas físicas foi de 15%.

De acordo com o economista da Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas), Laerte Martins, a região acompanhou o crescimento nacional nas vendas que foi de 9,40% em relação a 2017

De acordo com Laerte Martins a tendência é de que, a cada edição da Black Friday aumente o porcentual de vendas on line em relação a compra de produtos em lojas físicas e que os estabelecimentos se adaptem a cada ano para o aumento nas vendas.

O valor médio da compra atingiu R$ 608,0, cerca de 8,0% sobre 2017, enquanto o número de pedidos atingiu 4.270 milhões, cerca de 13,0% sobre 2017. As compras mais procuradas na Black Friday foram: smartphones, celulares, TV’s, passagens aéreas, eletroeletrônicos, vestuário e calçados, e também, livros e brinquedos.