A Comissão Processante que apura a responsabilidade do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, no esquema de desvio de verbas do Hospital Ouro Verde vai notificar o chefe do executivo municipal nesta sexta-feira. A afirmação é do presidente da CP, vereador Luiz Henrique Cirillo, que já informou sobre o procedimento ao gabinete de Jonas. Com isso, o prefeito de Campinas terá um prazo de 10 dias para apresentar sua defesa.

Depois, a comissão terá ainda mais cinco dias para avaliar as justificativas apresentadas e decidir se os trabalhos seguirão. Caso os membros da comissão entendam que a defesa de Jonas é suficiente para arquivar o processo, será necessária a realização de uma votação no plenário da Câmara, como afirmou o presidente da CP, Luiz Henrique Cirillo.

A comissão, formada pelos vereadores Luis Henrique Cirillo, Felipe Marchesi e Gilberto Vermelho, esteve nesta quarta-feira no Ministério Público, onde se encontraram com os promotores que atuam na Operação Ouro Verde.