Os campineiros já pagaram em 2018 pouco mais de R$ 2,070 bilhões em impostos. O número foi verificado no início da tarde desta quarta-feira, por meio do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo. Essa é a primeira vez, desde a implantação do painel, em 2005, que o município ultrapassa acasa dos R$ 2 bilhões.

A projeção da Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas)é de que até 31 de dezembro, o montante chegue a R$ 2.152.606.694,00. O número é equivalente a 12,21% a mais que em 2017, quando os campineiros pagaram R$1.916.848.040,00 em tributos. Em crescimento real, levada em conta a inflação média no período, o percentual é de 7,38%. De acordo com informações do Impostômetro, o campineiro trabalhou 153 dias, nos dois últimos anos, apenas para pagar impostos.

Em Campinas, o crescimento no número total de estabelecimentos, de 2017 para 2018 é um dos indicadores para o crescimento nos impostos. No ano passado eram 63.620, sendo 23.516 da atividade do comércio, e 40.104 de serviços. Para este ano, a projeção é de um total de 64.296 estabelecimentos, 23.751 de comércio e 40.545 de serviços.