Servidores da  Secretaria de Saúde de Campinas estão sendo treinados para agir em  casos de em acidentes causados por animais peçonhentos, em especial escorpiões.

Nesta quarta-feira, cerca de 270 profissionais participaram de um treinamento na Unicamp.

De acordo com dados da Prefeitura, o número de ataques de escorpião em Campinas  de janeiro à agosto deste ano já superou o total registrado na cidade em todo o ano passado.

No total, foram 272 casos, 83 a mais que o registrado em 2017.

A proposta do treinamento dado aos  profissionais da rede pública e também  particular de saúde, segundo os organizadores do evento,  é mostrar o perfil epidemiológico, a biologia dos animais e o manejo clínico nos casos de acidentes com escorpiões, aranhas, abelhas, serpentes e lagartas.

O evento também contou com a participação da Vigilância Epidemiológica do Estado.