Gal Costa e seu tesouro esquecido

0
319

Em  1974 Gal Costa em sua carreira já tinha  7 anos  de uma trajetória iniciada  a partir do encontro com  Caetano Veloso tendo a bossa nova como referencia no primeiro o Lp de ambos  o lançamento    Domingo de 1967 .  E depois de consolidar o seu nome na tropicália e  ela lançou um projeto no qual  a intenção  principal era simplesmente cantar ! Com  o Lp Cantar Gal Costa reencontrou  Caetano Veloso  agora como produtor. Se o público tinha uma expectativa de ouvir uma  Gal Costa cantado de forma visceral atacando nos agudos como no emblemático show e disco Fa- tal : Gal a Todo Vapor se deparou com uma  proposta que  seguia um outro  caminho mais intimista.  

Maria da Graça Costa Penna Burgos  em seu repertório já tinha gravado  duas canções com  o nome barato  o primeiro foi Vapor Barato  de Wally Salomão  e Jards Macalé  além da    música  Barato Modesto do próprio Caetano , e  para essa produção  Gal Costa teve um outro  barato   incluído em seu no  repertório.

Encomenda  feita a Gilberto Gil a canção Barato Total se tornou um sucesso  imediato. Com um  arranjo que resiste ao tempo e até hoje os interpretes mantém a mesma base . Com um  som  simples e envolvente o  violão  tocado pelo próprio  Gil tem um balanço  que   da o tom para algo sem compromisso ideológico ou político.

O tema instrumental   The Frog   gravado pela primeira vez  no  projeto  Sérgio Mendes &Brasil  66    ganhou uma letra nas mãos de Caetano que para essa  produção   tomou o cuidado de colocar cada  palavra   sem mudar a estruturada da  parte cantarolada da composição original de João Donato que aqui tocou teclado  na canção A Rã,  que ganhou outro fôlego   na voz de Gal Costa.

Gal Costa com João Donato 

Além das composições inéditas para essa produção. Algumas releituras de canções dos anos 50  também foram   incluídas nesse repertório como a Canção que Morre no Ar de Carlos Lira e Ronaldo Bôscoli que ganhou um belo arranjo de cordas do também produtor desse disco o  guitarrista  Pedrinho Albuquerque.

O disco Cantar  foi a consolidação de uma  tropicalista cantando Bossa Nova.  O fato curioso   foi que na época de seu lançamento essa produção  não teve uma boa aceitação de público e crítica e o  reconhecimento de seu valor só veio  ao longo do tempo e se tornou   uma espécie tesouro esquecido   !

Acompanhe esta edição 

Entre em contato 

musicaecultura@cbncampinas.com.br

Produção 

Walmir Bortoletto

Edição 

Paulo Girardi